Não é de hoje que a Prefeitura de Teresina vem utilizando novos recursos tecnológicos como aliados da educação. Agora a novidade na Rede Municipal de Ensino é o MobiCorretor, um aplicativo de celular que permite a correção de provas de forma automática, otimizando o tempo dos gestores para a entrega dos resultados.

O programa está em funcionamento em 59 unidades de ensino, e começou a ajudar as equipes escolares com a avaliação de resultados da prova padronizada. O aplicativo é uma das ferramentas do MobiEduca.Me, um projeto de assessoria técnico pedagógica de acompanhamento escolar que vem trazendo bons resultados. O projeto inclui envio de mensagens sobre a rotina escolar dos estudantes para o celular dos pais, controle digital de entra e saída, entre outros recursos digitais.

Com o novo modelo de correção do gabarito de provas, as escolas conseguem ter os resultados em mãos dentro de 2h ou 3h, um processo que costumava demorar até 90 dias. A antecipação do nível de desempenho dos alunos nas provas também gera para os professores mais tempo para correção de possíveis falhas no aprendizado das turmas.

“Essa otimização do tempo permite intervenções imediatas. Estamos utilizando todas as possibilidades que a tecnologia nos oferece para melhorar o desempenho acadêmico dos alunos”, explica Irene Lustosa, secretária executiva da Secretaria Municipal de Educação (Semec).

Na Escola Municipal Eurípides de Aguiar, a novidade foi recebida com festa. A equipe da secretaria da escola utilizou o aplicativo pela primeira vez durante esta semana e garante: “Funciona muito bem. Já estamos com todos os resultados em mãos. Essa ajuda veio na hora certa, pois é mais rápido e preciso”, afirma a pedagoga Socorro Rodrigues.